quarta-feira, 1 de maio de 2013

A lenda da igreja de Nossa Senhora das Dores



Essas fotos foram tiradas no mesmo dia em que fomos ao Museu Militar e também passamos na Praça da Matriz. O dia estava tão bonito que deu pra ir a vários lugares. Essas fotos são de prédios que encontramos bem no centro da cidade. O centro de Porto Alegre é um dos mais ricos em prédios históricos. ♥ O meu favorito é a igreja Nossa Senhora das Dores (esse prédio bonito todo branco, mais abaixo). Hoje em dia ele está todo revitalizado, mas quando cheguei aqui, em 1998, meu tio me levou para visitá-la, e me contou uma história que jamais me esquecerei.

Na época, a igreja era um prédio velho, ainda em fase de revitalização. Meu tio me contou que ela começou a ser construída há muito tempo atrás, ainda na época dos escravos. E o senhor da região, que havia mandado construir a tal igreja, enviou alguns dos seus escravos para trabalhar na obra. Até que, mais tarde, alguns materiais de construção começaram a desaparecer, e aquele senhorio acusou um escravo, em específico. Mas como eles, naquela época, não tinham direito à defesa, o escravo foi preso e condenado à morte. No dia da execução do escravo (que se dizia inocente), então, rogou uma praga que provaria sua inocência, dizendo que seu patrão jamais veria a conclusão da igreja como castigo por sua crueldade e injustiça.

E de fato, por muitos e muitos anos, pelos mais diversos motivos, a igreja não foi concluída. A obra levou mais de 100 anos. E ainda assim, quando finalmente a foi, a obra original, como havia sido projetada no papel, não foi construída — e isso tudo, colaborando com a propagação da lenda, é claro. E com a morte do arquiteto que havia feito o primeiro projeto, outro tomou seu lugar, fazendo as atuais modificações que hoje vemos.

Bom, na época em que ele me contou essa história, eu tinha apenas 11 anos, e fiquei bastante apreensiva. Acreditem se quiserem, mas morro de medo de histórias e filmes com espíritos e afins. auiheauiheaui Mas essa igreja é muito bonita e, por conta dessa lenda, é um dos meus lugares favoritos da cidade.

















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...