sexta-feira, 29 de março de 2013

Tempos verbais


Me pediram para criar um post sobre os tempos verbais, então, cá estou! :D

Confesso que quando estava na escola eu também não entendia bulhufas. As aulas de Português, para mim, era o mesmo que Grego. Mas agora na faculdade tudo parece tão fácil, que chega a ser incompreensível. Não tenho certeza sobre qual ser o problema, se o método de ensino defasado que os professores usam em sala de aula, ou se realmente nossa mente não está tão preparada em nossa adolescência para processar certos temas.... Acredito que seja a segunda opção. E aí o problema é com o que é dado em sala de aula, que, invariavelmente, não é culpa do professor, porque não é ele quem escolhe o que dar em sala de aula. Lembrem-se, não adianta vocês brigarem com o professor por dar em aula teorema de báscara (que só vai servir para você, se por acaso resolver estudar matemática ou física na faculdade!) porque ele é obrigado a dar isso! As disciplinas e assuntos abordados pelos professores são um acordo entre a escola e o MEC. O professor, coitado, não tem nada a ver. O que ele tem a ver, no entanto, é método com que transmite a informação para os alunos. Que fique bem claro! ;)

Enfim, voltando aos verbos, eu vou dar uma breve explicação sobre as situações em que devemos utilizar tal tempo verbal. Não vou ficar conjugando verbos, porque acho que não cabe. Para isso, temos sites como o Conjuga-me, Conjugação ou o Conjugador, que são ótimos!

Obs: fiz esse post meio às pressas porque estou de saída, mas se faltar alguma coisa, me avisem!

Bom, vamos aos tempos:

1. Tempos do Indicativo: os verbos nesse modo, como o próprio nome já diz, indica algo. Ele expressa uma certeza, um fato.

No Presente: Expressa um fato atual.
Por exemplo: Eu trabalho neste escritório.

Pretérito Imperfeito: Expressa um fato ocorrido num momento anterior ao atual, mas que não foi completamente terminado.
Por exemplo: Ele falava com a filha quando foi interrompido.

Pretérito Perfeito (simples): Expressa um fato ocorrido num momento anterior ao atual e que foi totalmente terminado.
Por exemplo: Ele limpou o quarto ontem à noite.

Pretérito Perfeito (composto): Expressa um fato que teve início no passado e que pode se prolongar até o momento atual.
Por exemplo: Tenho estudado muito para os exames.

Pretérito-Mais-Que-Perfeito: Expressa um fato ocorrido antes de outro fato já terminado.
Por exemplo: Ele já tinha estudado as lições quando os amigos chegaram. (forma composta)
Ele já estudara as lições quando os amigos chegaram. (forma simples)

Futuro do Presente (simples): Enuncia um fato que deve ocorrer num tempo vindouro com relação ao momento atual.
Por exemplo: Ele venderá a casa amanhã.

Futuro do Presente (composto): Enuncia um fato que deve ocorrer posteriormente a um momento atual, mas já terminado antes de outro fato futuro.
Por exemplo: Antes da meia noite, todos já estarão dormindo.

Futuro do Pretérito (simples): Enuncia um fato que pode ocorrer posteriormente a um determinado fato passado.
Por exemplo: Se eu tivesse dinheiro suficiente, viajaria sempre.

Futuro do Pretérito (composto): Enuncia um fato que poderia ter ocorrido posteriormente a um determinado fato passado.
Por exemplo: Se eu tivesse ganho esse dinheiro, teria viajado nas férias.

2. Tempos do Subjuntivo: os verbos nesse modo expressam sempre uma dúvida, um desejo, uma incerteza ou uma probabilidade com relação ao fato verbal.

Presente: Enuncia um fato que pode ocorrer no momento atual.
Por exemplo: É conveniente que estudes para o exame.

Pretérito Imperfeito: Expressa um fato passado, mas posterior a outro já ocorrido.
Por exemplo: Eu esperava que ele vencesse o jogo.

Obs.: o pretérito imperfeito é também usado nas construções em que se expressa a ideia de condição ou desejo.
Por exemplo: Se ele viesse ao clube, participaria do campeonato.

Pretérito Perfeito (composto): Expressa um fato totalmente terminado num momento passado.
Por exemplo: Embora tenha estudado bastante, não passou no teste.

Pretérito Mais-Que-Perfeito (composto): Expressa um fato ocorrido antes de outro fato já terminado.
Por exemplo: Embora o teste já tivesse começado, alguns alunos puderam entrar na sala de exames.

Futuro do Presente (simples): Enuncia um fato que pode ocorrer num momento futuro em relação ao atual.
Por exemplo: Quando ele vier à loja, levará as encomendas.

Obs.: o futuro do presente é também usado em frases que indicam possibilidade ou desejo.
Por exemplo: Se ele vier à loja, levará as encomendas.

Futuro do Presente (composto): Enuncia um fato posterior ao momento atual mas já terminado antes de outro fato futuro.
Por exemplo: Quando ele tiver saído do hospital, nós o visitaremos.

3. Tempos do Imperativo: os verbos nesse modo indicam uma ordem, um pedido ou um conselho.

O imperativo é formado de uma maneira diferente dos demais modos. Notem duas coisas:

a) No imperativo, não existe a primeira pessoa do singular (eu).b) O imperativo é indeterminado em tempo. Supõe-se que, como se trata de uma ordem, a ação se dará no futuro.

Imperativo Afirmativo:

para tu 
pare você 
paremos nós 
parai vós 
parem vocês 

OBSERVAÇÕES:

a) Na segunda pessoa (Tu ou Vós) usa-se o verbo conjugado nas segundas pessoas do singular e plural, respectivamente, pertencentes ao presente do indicativo cortando-se a letra s. A exceção é o verbo “ser”: sê tu, sede vós.

b) Para os pronomes você ou vocês usa-se o verbo conjugado na terceira pessoa do presente do subjuntivo.

c) Na primeira pessoa do plural (nós), usamos o verbo conjugado na primeira pessoa do singular do presente do subjuntivo.

Imperativo Negativo:
não pares tu 
não pare você 
não paremos nós 
não pareis vós 
não parem vocês 

Obs: No imperativo negativo, todas as pessoas coincidem com a forma verbal do presente do subjuntivo.


.......................................................Fontes.......................................................

http://pt.wikipedia.org/wiki/Modo_imperativo
http://educacao.uol.com.br/portugues/modo-imperativo-e-subjuntivo.jhtm
http://www.dicio.com.br/imperativo/
http://pt.wikibooks.org/wiki/Portugu%C3%AAs/Classifica%C3%A7%C3%A3o_das_palavras/Verbos/Modo_Imperativo
http://www.radames.manosso.nom.br/gramatica/temposverbais/imp.htm
http://www.infoescola.com/portugues/imperativo-4/
http://www.portugues.com.br/
http://www.infoescola.com/portugues/imperativo-4/
http://www.brasilescola.com/gramatica/o-modo-subjuntivo-imperativo-dos-verbos.htm
http://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf61.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...