sábado, 23 de março de 2013

A beleza japonesa



Só fui mergulhar de cabeça no mundo dos animes e mangás em meados de 2002 quando uma amiga do colégio me mostrou sua coleção de mangás e me emprestou, inclusive, alguns — as edições antigas das guerreiras mágicas, que devorei em dois dias. E desde então, comecei a desenvolver minha própria coleção. Naquela época, eu ainda lia mangás em inglês em sites que disponibilizava as versões traduzidas por fãs (mangás que até hoje não chegaram aqui), e passei a ver animes à loca. Não sei bem dizer o que mais me impulsionou a esse gosto; os motivos são inúmeros: o respeito imposto aos professores; a sensibilidade como tratam os sentimentos; o formalismo nas relações pessoais; a maneira lírica, meio poética, como que se expressam; os mitos; as crenças; os costumes... Enfim, como podem ver, as razões são muitas! 

Obviamente, animes e mangás romantizam bastante todas essas questões, mas acredito que a essência ainda exista.Então, sem a menor vontade de ler o que preciso ler para a faculdade, fui atrás de fotografias do Japão — o tumblr é um prato cheio! 































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...