terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Shakespeare


O detalhismo e realismo em pinturas sempre me encanta. Já faz algum tempo que tenho essa imagem no meu computador, e só agora tive tempo e disposição para procurar mais informações sobre ela, e eis que descubro um fato super interessante. 
Segundo especialistas, esta seria a única reprodução feita do rosto de Shakespeare enquanto ele estava vivo.

A tela teria sido confeccionada em 1610, seis anos antes da morte de Shakespeare, aos 46 anos. Foi conservada durante séculos pela família Cobbe, que teve um de seus membros casado com a bisneta de Henry Wriothesley, o patrono literário do escritor.

A questão se de fato essa pintura é ou não a única atualmente existente que realmente descreve com realismo as feições do mestre ainda pende de confirmações, mas de acordo com os relatos de diversos estudiosos este é mesmo a única pintura contemporânea de Shakespeare, e portanto seria mesmo a única a reproduzir com exatidão o rosto do grande escritor.

Então com vocês… o verdadeiro Shakespeare!


Para quem não sabe, Shakespeare morreu no mesmo dia em que nasceu, e em seu próprio berço (Stratford-upon-Avon23 de abril de 1564 — Stratford-upon-Avon23 de abril de 1616)!  A morte de Shakespeare envolve mistério ainda hoje. No entanto, é óbvio que existam diversas anedotas. Segundo o Wikipedia, a que mais se propagou é a de que Shakespeare estaria com uma forte febre, causada pela embriaguez. Recebendo a visita de Ben Jonson e de Michael Drayton, Shakespeare bebeu demais e, segundo diversos biógrafos, seu estado se agravou. Outro dado curioso é que acredita-se que Shakespeare temia o costume de sua época, em que provavelmente havia a necessidade de esvaziar as mais antigas sepulturas para abrir espaços à novas e, por isso, há um epitáfio na sua lápide, que anuncia a maldição de quem mover seus ossos.

#medo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...