domingo, 7 de outubro de 2012

Quem não lê, é otário



Outro dia, na faculdade, minha professora de português trouxe para sala de aula um comentário que ela retirou de um jornal. O comentário foi feito pela escritora e filósofa Márcia Tiburi.

"As pessoas que lêem são mais interessantes, mais inteligentes, mais bonitas, mais bacanas, mais poderosas — são tudo. Quem não lê é um otário.

A professa nos pediu para escrevermos um parágrafo dando nossa opinião sobre o comentário. Antes disso, houve uma pequena discussão em sala de aula a respeito do que foi dito. A maioria ficou indignada, afinal, diziam eles, nem todos tem condições ou oportunidades para ir para a escola...

Eu já sou da opinião contrária; e respondi algo mais ou menos assim:

"Hoje em dia temos escolas públicas, cursos ead (à distancia ) gratuitos, bolsas família  cotas para entrar em universidades públicas... e mais o escambal. Portanto, dizer que fulaninho não teve oportunidade, ou condições, é querer tapar o sol com peneira. É não querer ver o que é óbvio. 

O problema, em questão, é maior e mais cabuloso. É a comodidade, a preguiça... afinal, sabemos que muito bandido ganha mais roubando e vagabundeando por ai, do que suando, estudando e trabalhando duro...Concordo plenamente com a autora. Identificamos imediatamente quando a pessoa é uma ignorante (no sentido de ignorar) pela forma como ela se comunica. A pessoa fala mal, não se expressa bem, e muitas vezes não sabe interpretar o que o seu interlocutor diz. Quer um exemplo clássico disso? Jogadores de futebol! Sem querer generalizar, é claro, mas vemos que a maioria, quando estão dando uma entrevista, sempre respondem algo nada a ver com o que lhe foi questionado.

Para quê ler e estudar, se eles ganham rios de dinheiro apenas chutando uma porcaria de bola?"

Não concordam?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...