sexta-feira, 9 de março de 2012

O que é literatura?




Eu havia trancado minha matrícula no semestre passado, e agora retornei às aulas. O que é ótimo, é claro. Numa dessas aulas, em sala, começamos a debater sobre o que é literatura. Acho que para os que têm interesse pela escrita, é algo importante saber.  

"A Literatura, como toda arte, é uma transfiguração do real, é a realidade recriada através do espírito do artista e retransmitida através da língua para as formas, que são os gêneros, e com os quais ela toma corpo e nova realidade. Passa, então, a viver outra vida, autônoma, independente do autor e da experiência de realidade de onde proveio. Os fatos que lhe deram às vezes origem perderam a realidade primitiva e adquiriram outra, graças à imaginação do artista. São agora fatos de outra natureza, diferentes dos fatos naturais objetivados pela ciência ou pela história ou pelo social.
O artista literário cria ou recria um mundo de verdades que não são mensuráveis pelos mesmos padrões das verdades fatuais. Os fatos que manipula não têm comparação com os da realidade concreta. São as verdades humanas gerais, que traduzem antes um sentimento de experiência, uma compreensão e um julgamento das coisas humanas, um sentido da vida, e que fornecem um retrato vivo e insinuante da vida, o qual sugere antes que esgota o quadro.

A Literatura é, assim, a vida, parte da vida, não se admitindo possa haver conflito entre uma e outra. Através das obras literárias, tomamos contato com a vida, nas suas verdades eternas, comuns a todos os homens e lugares, porque são as verdades da mesma condição humana."

(Afrânio Coutinho)



Os mais acadêmicos, estudiosos, críticos e etc, gostam de definir o que é literatura. Mas a literatura, bem como a arte, não segue um propósito; logo, defini-la seria um equivoco. Claro que há algumas características das quais ela deve obedecer. Assim como é possível distinguir um desenho publicitário, de uma ilustração mais artística, é possível dizer o que é um texto literário, o que é um texto informativo, e o que é apenas entretenimento. Hoje em dia há essa nova categoria "literatura de entretenimento" — que seria 95% dos livros infanto-juvenis, entre outros mais adultos. Digamos que, para ser considerado literatura, é preciso que haja sutileza, estilo (assim como o pintor, o escritor precisa ter seu estilo próprio), sensibilidade, que transmita alguma mensagem e que não afronte a intelectualidade do leitor, como muitos fazem. 

E agora, a pergunta que não quer calar: Amanur escreve literatura? Noups. Definitivamente não! :D


Formas literárias
Poesia
Provavelmente a mais antiga das formas literárias, a poesia consiste no arranjo harmônico das palavras. Geralmente, um poema organiza-se em versos, caracterizados pela escolha precisa das palavras em função de seus valores semânticos (denotativos e, especialmente, conotativos) e sonoros. É possível a ocorrência da rima, bem como a construção em formas determinadas como o soneto e o haikai. Segundo características formais e temáticas, classificam-se diversos gêneros poéticos adotados pelos poetas:
* Elegia
* Soneto
* Ode
* Haikai
Peças de Teatro
O teatro, forma literária clássica, composta basicamente de falas de um ou mais personagens, individuais (atores e atrizes) ou coletivos (coros), destina-se primariamente a ser encenada e não apenas lida. Até um passado relativamente recente, não se escrevia a não ser em verso. Na tradição ocidental, as origens do teatro datam dos gregos, que desenvolveram os primeiros gêneros: a tragédia e a comédia.
Mudanças vieram: novos gêneros, como a ópera, que combinou esta forma com (pelo menos) a música; inovações textuais, como as peças em prosa; e novas finalidades, como os roteiros para o cinema.
A imensa maioria das peças de teatro está baseada na dramatização, ou seja, na representação de narrativas de ficção por atores encarnando personagens.
Elas podem ser:
* Tragédia
* Drama
* Comédia
* Ópera
Ficção em Prosa
A literatura de ficção em prosa, cuja definição mais crua é o texto “corrido”, sem versificação, bem como suas formas, são de aparição relativamente recente. Pode-se considerar que o romance, por exemplo, surge no início do século XVII com Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes Saavedra.
Subdivisões, aqui, dão-se em geral pelo tamanho e, de certa forma, pela complexidade do texto. Entre o conto, “curto”, e o romance, “longo”, situa-se por vezes a novela.
Gêneros Literários
A linguagem é o veículo utilizado para se escrever uma obra literária. Escrever obras literárias é trabalhar com a linguagem. Os Gêneros Literários são as várias formas de trabalhar a linguagem, de registrar a história, e fazer com que a essa linguagem seja um instrumento de conexão entre os diversos contextos literários que estão dispersos ao redor do mundo.

Alguns Conceitos sobre Literatura

"Arte literária é mimese (imitação); é a arte que imita pela palavra." (Aristóteles, filósofo grego, séc. IV a.C)

"A literatura é a expressão da sociedade, como a palavra é a expressão do homem." (Louis de Bonald, pensador e crítico do Romantismo francês, início do séc. XIX)

"O poeta sente as palavras ou frases como coisas e não como sinais, e a sua obra como um fim e não como um meio; como uma arma de combate." (Jean-Paul Sartre, filósofo francês, séc. XX)

"É com bons sentimentos que se faz literatura ruim." (André Gide, escritor francês, séc. XX)

"A poesia existe nos fatos" (Oswald de Andrade, poeta brasileiro, séc. XX)


"A Literatura obedece a leis inflexíveis: a da herança, a do meio, a do momento.” (Hipolite Taine, pensador determinista, metade do século XIX);
“A Literatura é arte e só pode ser encarada como arte.” (Doutrina da arte pela arte, fins do século XIX);
“O poeta sente as palavras ou frases como coisas e não como sinais, e a sua obra como um fim e não como um meio; como uma arma de combate.” (Jean-Paul Sartre, filósofo francês, século XX;
“É com bons sentimentos que se faz Literatura ruim.” (André Gide, escritor francês, século XX;
“A distinção entre Literatura e as demais artes vai operar-se nos seus elementos intrínsecos, a matéria e a forma do verbo.” (LIMA, Alceu Amoroso. A estética literária e o crítico. 2. ed. Rio de Janeiro, AGIR, 1954. p 54-5.)
“A Literatura, como toda arte, é uma transfiguração do real, é a realidade recriada através do espírito do artista e retransmitida através da língua para as formas, que são os gêneros, e com os quais ela toma corpo e nova realidade. Passa, então, a viver outra vida, autônoma, independente do autor e da expreriência de realidade de onde proveio.” ( COUTINHO, Afrânio. Notas de teoria literária. 2. ed. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1978. p. 9-10)

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Literatura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...