quinta-feira, 8 de março de 2012

Ecad cobra taxa de blogs e sites que incorporam vídeos

Vejam vocês que lindo. Não tendo mais o que fazer, o nosso governo inventa novas maneiras de infernizar os cidadãos. E fazendo o quê? O que eles mais gostam de fazer, é claro. Arrecadar o dinheirinho suado de todos nós.

O negócio é o seguinte: eles querem que todos que utilizam vídeos do youtube/ vimeo (entre outros) em seu blog ou site, pague pela postagem do vídeo. Lindo, né? ¬¬ E muito sem noção!


"(...), se uma rede social como o YouTube, por exemplo, efetua o pagamento do direito autoral pela execução pública musical dos vídeos que veicula, o uso destes por terceiros caracteriza uma nova utilização, cabendo, portanto, uma nova autorização/licença e um novo pagamento", diz a nota do Ecad. Para ler o texto na integra, clique aqui.

Reportagem do jornal O Globo desta quarta-feira informou que os responsáveis pelo blog sobre design Caligraffiti foram notificados pelo Ecad. O órgão quer receber R$ 352, 59 por mês pelos direitos dos vídeos do YouTube e do Vimeo que foram incorporados.

Uno de Oliveira, um dos colaboradores do Caligraffiti - que não gera nenhum lucro -, se manifestou por meio de um post publicado no dia 2 de março.

"Conversamos com muita gente, blogueiros, advogados especializados e formadores de opinião, todos concordam que esse tipo de atitude inibiria a blogosfera brasileira, que utiliza muito material compartilhado de grandes canais de vídeo online. Por opiniões unânimes decidimos recolocar o site no ar e encarar a briga, caso realmente eles queiram isso."

A cobrança tem gerado indignação nas redes sociais. Diversos usuários do Twitter se manifestaram nas últimas horas, em geral reprovando a atitude do órgão. O termo "Ecad" chegou a ser o mais comentado no começo da noite desta quarta-feira pelos brasileiros no microblog.


Para verem o texto na íntegra, cliquem aqui.

2 comentários:

  1. Eu acho isso uma palhaçada, o dinheiro nem vai para os artistas, cada hora é um órgão tentando acabar com a música e com tudo o mais. Estou revoltada com isso.

    Estou seguindo aqui :)

    Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ágata. Na verdade, tudo referente a direito autoral, vai para o autor, sim. Mas é claro, óbvio, sem sombra de duvidas, que esses órgãos "idôneos" cheios de "boas" intenções, vão lucrar com alguma coisa também em cima dessas taxas. Até porque, pelo que entendi, eles são responsáveis pelo recolhimento das taxas, digamos assim. De qualquer forma, é absurdo, é uma palhaçada mesmo. Primeiro por que não estamos lucrando com nada. Pelo contrário, estamos divulgando o trabalho dos artistas, e gratuitamente! Os artistas, produtores, ou sei lá o que, é quem irão sair prejudicados nisso, se deixar de haver essa democratização de informação. Por que duvido muito que alguém vá querer pagar para divulgar alguma coisa, né... por isso, tenho pra mim, que isso, no final das contas, não vai dar em nada.. e aí, mais tarde, eles irão querer inventar outra bobagem parecida. De qualquer forma, é bom mantermos os olhos aberto para essas questões, que, pelo visto, estão em alta. ¬¬
    ah, to te seguinte tbm. muito bacana, teu blog ;)
    bjss :*************

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...