quinta-feira, 15 de março de 2012

Cartas a um jovem escritor



Título: Cartas a um jovem escritor
ISBN: 8535221107
Páginas:152
Edição:1
Tipo de capa: BROCHURA
Editora: Campus
Ano: 2006

Ah, eu tava conversando com um colega, esses dias, e me lembrei desse livro. Eu o li há um ano, mais ou menos, mas resolvi trazer essa indicação para cá, por que ele é muito bom. Para quem se interessa realmente pela escrita, esse livro vale muito a pena. Infelizmente, eu não o encontrei em pdf. Se alguém achá-lo, e quiser informar o link, ficarem muito agradecida.

"Prosseguindo com o objetivo da série Cartas..., este 'Cartas a um jovem escritor' traz, do ponto de vista de alguém que faz da profissão uma arte, a essência para quem quer escrever, seja pelo simples prazer, seja para a profissionalização. Diferentemente do que muitos pensam, escrever é uma ação delicada e introspectiva, que exige muito mais que há."

É um livro super fácil de ler. A leitura é rápida, leve, fluída, e muito intuitiva. Ele separa os capítulos em cartas, onde, então, ele vai dando dicas sobre técnicas de escrita, muito valiosas, sempre com base em bons exemplos.

Em um dos trechos do livro, ele fala: “O escritor não escolhe seus temas: é escolhido por eles”.

Há outra questão que ele cita, que achei muito interessante: “o romancista que não escreve sobre o que lá no fundo do seu ser o estimula com insistência, mas que friamente escolhe assuntos ou temas de maneira racional porque acredita que assim terá mais chance de sucesso carece de autenticidade, e o mais provável é que por isso seja também um mau escritor (ainda que bem sucedido)” — com isso, ele quer dizer que o bom escritor é aquele que escreve sobre o que quer escrever, independente do que está na moda (como muitos hoje em dia faz — eu me incluo aí, em parte, pelo menos). O bom escritor não está em busca do sucesso, mas, sim, na liberdade de expressão, de imaginação. O bom escritor escreve por que sente prazer, ou necessidade e não por que sabe que escrever sobre vampiros românticos vai lhe trazer algum benefício.

Afinal, a verdadeira arte não é produzida com intenções, mas sim com expressões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...