sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tutorial: Salvando Layers

Gente, descobri algo que revolucionou todo o meu mundo, hoje! É sério! uahuaihuiahaiaih

Agora me digam, quantos de vocês já resolveram retocar diversas imagens que tirou no final de semana com a câmera digital, e foram empilhando-as em várias camadas conforme retocavam, em um único arquivo .psd? E aí, depois, precisaram exportar todas elas em arquivos .jpg individuais? Ou então, quantos de vocês tem diversas imagens, algumas maiores que outras, e precisam salvá-las com o mesmo tamanho?

E então, chegavam ao dilema: e agora, José, como salvar tudo isso? Eu, mera mortal ignorante, acabava optando pelo caminho mais difícil: ativar a visibilidade apenas de uma camada, usava a opção Salvar Como... e fazia o mesmo com a camada seguinte, até terminar. É um saco, né? Um pé no saco! Uma pedrinha no sapato! Uma farpa na bunda! Quando são umas quatro camadas, tudo bem! Agente aguenta o tranco. Mas quando são umas vinte camadas? Ou 143, como já precisei fazer uma vez, para um trabalho?! Quase chorei, gente!

E quase chorei de novo ao descobrir uma opção mágica, que faz isso num piscar de olhos pra mim! T_T

Bom, vamos lá! Descobri que, desde a versão CS, do photoshop(!), existe um comando que acaba com o nosso sofrimento. (e eu aqui, usando o o photoshop CS já na versão 4, sem nunca ter descoberto isso! ¬¬) Trata-se do "Exportar Camadas Para Arquivos" ou, como no meu caso, que uso o programa em inglês, "Export Layers to Files". Com ele, bastam alguns cliques e esperar: o Photoshop faz toooooooooodo o rico trabalho enquanto você vai tomar um suquinho, vai no banheiro, vai fazer um lanchinho... ou simplesmente admirar o Ben, como eu faço :D uiahauihuiahi

Enfim... Vão ao menu Arquivo (File) > Scripts > Export Layers to Files (Exportar Camadas para Arquivos) E aí, vai aparecer a telinha da segunda imagem.




Feito isso, ajustem as configurações de acordo com o que vocês quiserem fazer. As opções são as seguintes:

1. Destination (Destino): onde os arquivos serão salvos. Como em qualquer janela de navegação, clique em Browse (Procurar) e escolha a pasta de saída.

2. File Name Prefix (Prefixo do Nome de Arquivo): com essa opção, você pode determinar um nome que vai preceder todos os arquivos. Por exemplo, para dar aos arquivos o nome de "feriado_0001.jpg", "feriado_0002.jpg", etc, use o prefixo "feriado". No caso deste exemplo, vou usar o termo "doce" por que o Ben é um doce! ¬¬ (na verdade, tem outra explicação, mas deixa pra lá!)

3. Visible Layers Only (Apenas Camadas Visíveis): se marcada, apenas as camadas com a visibilidade ativada no momento em que o script for rodado serão exportadas. Caso contrário, todas serão.

4. File Type (Tipo de Arquivo): você poderá escolher um dos tipos de arquivo disponíveis no script para as imagens que serão criadas. Escolhi JPEG neste exemplo.

5. Include ICC Profile (Incluir Perfil ICC): se marcada, os arquivos exportados terão o perfil de cores usado inserido na imagem.

6. JPEG Options: opções de saída, vão variar conforme o tipo escolhido. No caso do JPEG, é a qualidade do arquivo; no TARGA e BMP, é a profundidade de bits; no PDF, o tipo de compactação (ZIP ou JPEG) e a qualidade; no PSD, a opção de maximizar compatibilidade com versões anteriores do Photoshop; e no TIFF, a compressão das imagens e a qualidade.

7. "Por favor especifique o formato e lugar para salvar cada camada como um arquivo".

8. Quando tiver terminado os ajustes, clique em Run (Executar) para iniciar o script, ou em Cancel para fechar a janela.

Agora, senta e goza! uahaiuhauiahuaihai Espere pacientemente enquanto o Photoshop trabalha para você, seus preguiçosos! :D Quando o serviço estiver pronto, vai aparecer mais uma telinha pequenininha dizendo "Export Layers to files was successful", ou "Exportar Arquivos para Camadas foi bem-sucedido". Haverá somente a opção "ok" para vocês clicarem, e pronto! Podem ser felizes para sempre! :D

Espero que tenha ficado claro! ^^

Eu peguei esse tutorial daqui oh, http://www.tutoriart.com.br/usando-o-script-export-layers-to-files/ e só fiz alguns ajustes nos textos, adaptando. No site tem outras dicas interessantes, para quem tiver interesse! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...