quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Plágio versus inspiração




Essa imagem é ótima para ilustrar o tema deste post; um Ben olhando desconfiado para outro. Quem é o original? Quem é a cópia? Viagem minha, é claro! Hehehe. Só mais uma desculpa para pôr mais uma foto do Ben aqui! T_T

Mas vamos ao que interessa!
Uma vez, uma menina me pediu auxilio para resolver um problema. Acusavam-na de plágio, mas ela jurava que sequer conhecia a fic "plagiada". Pois bem, pedi o link das duas fics e as li para analisá-las. E pasmém! A estória dela era praticamente uma cópia descarada da outra fic, sim. Bom, eu fiquei super sem graça, né? É IMPOSSÍVEL duas pessoas terem idéias tão idênticas. 

Aliás, esse tipo de situação já ocorreu três vezes comigo. Na segunda vez, eu não vi nada de mais. Na terceira, o negócio era mais diretamente comigo, por que plagiaram a minha fic. Sim! Nem eu me safei disso! T_T Esse tipo de situação é mesmo chato. Você dá seu suor, sangue e ranho escrevendo sua humilde estória para alguém simplesmente roubar suas idéias. É triste.

Cuidado com as inspirações.
Inspirar, não é copiar! É modificar uma idéia, e transformá-la em uma nova idéia. Inspirar é quando você vê um cachorro pulando, e tem a idéia de escrever sobre pássaros numa gaiola. É tirar uma idéia, dentro de outra! Vejam bem: não é pegar uma idéia e apenas modificá-la. Não dar um nome diferente a uma personagem, dizendo que ele é ninja, louco por lasanhas e é meio bobinho, mas com bom coração (vide Naruto).

Vejamos! Essa guria que plagiou a minha fic (Incógnita), por exemplo, fez o seguinte: se não me engano, a banda dela tinha exatamente os mesmos integrantes, mas com funções diferentes. O Sasuke dela era guitarrista, e era o backing vocal (como na minha fic). Lá, eles estavam procurando uma vocalista, e a encontraram por acaso na rua (a minha foi encontrada por acaso num bar). A personagem Lee dela era viciado em batata frita (o meu em doces). O Naruto dela insistia em dar carona à Sakura dela (como o meu Sai dava à minha Sakura). A moral da história dela era "Diversão, luxúria, brigas, desejos, apostas, baladas.." (hellooooo!). E vejam que até a questão das apostas ela copiou!!! E tinha muitas outras similaridades dentro da estória dela, que agora não me lembro, mas que apontei para ela sim.

Bom, eu conversei com ela numa boa. Até por que, de certa forma, me sinto lisonjeada com isso. Ela gostou tanto da minha história, que resolveu escrever uma parecida. Eu poderia até dizer que é uma fic da minha fic! iauhauiahuihauiahuiahiu mas aí é muita viagem, né? E ela reconheceu o erro e apagou a fic sem problema algum. Eu até havia lhe dado a opção de modificar o rumo da história, que estava indo pelo mesmo caminho que a minha, mas ela preferiu apagar tudo mesmo.

Enfim, alguns pequenos detalhes podem ser parecidos, mas jamais irão aparecer estórias com tantas similaridades! Um exemplo que vi muito prático disso foi numa aula que tive de português na faculdade, no início deste ano (2011). A professora deu um tema, e todos os trinta e tantos alunos tiveram que dissertar sobre exatamente a mesma coisa. Na semana seguinte, nos sentamos em roda e lemos os textos. Foi impressionante! Todas as trinta e tanto pessoas escreveram coisas completamente diferentes! Façam o teste, e verão! Assim como não há pessoas iguais, não há mentes iguais. Pode haver pensamentos parecidos, mas jamais serão iguais! E sabem por que? Simplesmente porque as pessoas têm experiências de vida diferentes! E experiências diferentes nos dá perspectivas diferente. O que eu vivi, sem sombre de dúvidas, é diferente do que todos os que estão lendo isto viveram. Então, fiquem atentos com o que vão escrever!

Outra coisa! Tem gente que acha que a internet é terra de ninguém. Errado! Erradíssimo! Hoje em dia temos leis de direitos autorais para postagens em sites. QUALQUER coisa que você postar no site que for, é de direito seu (se não for cópia de algum material de outro site, é claro). O próprio Nyah disponibiliza a data de postagem. Isso já lhe garante o direito ao que é seu. Além disso, os servidores armazenam lá, ocultamente, a data, horário e endereço IP. O endereço IP serve para dizer o local da sua rede. Por exemplo, ele diz se você acessou tal site de uma lanhouse, ou pela operadora "x" em sua casa.
Além disso, GUARDEM seus arquivos originais no seu computador. Seus arquivos também armazenam data e horário em que o arquivo foi criado. Isso garante a comprovação de que você é o autor do que escreveu. Você pode começar a postar algo num site e depois resolver apagar. E aí, algum esperto pode inventar de copiar o que você apagou e dizer que ele foi quem escreveu primeiro, já que você não tem mais a postagem daquilo. E é aí, então, que seu arquivo salvo se torna útil — você pode comprovar o que é seu, com seu arquivo original. ;)

Claro, quando se escreve uma fanfic para o Nyah, não temos pretensão de publicá-la, de ganhar nada com isso. Portanto, gastar com advogados é inútil. Mas que as dicas sirvam para o caso de vocês escreverem uma original. Nunca se sabe quando iremos escrever um livro com aquela estória! Além disso, você pode, futuramente, modificar a sua fic. Tirar os nomes dos personagens do Naruto, por exemplo, e pôr nomes originais. É o que, talvez, eu faça com alguma das minhas fanfics. Por isso, cuidem do que é seu! :)

4 comentários:

  1. Concordo com você, até acho que li a fic plagiada,que é vítima de plagio pode se sentir lisonjeada de certa forma, mas também chateada, pela sua estória estar sendo copiada na maior cara de pau.

    ResponderExcluir
  2. pois é! isso é um assunto delicado mesmo. Por que, às vezes, a pessoa pode até não fazer por mal. Como foi o caso dessa menina que plagiou a minha fic. Pela forma como fluiu nossa conversa, suspeito que tenha sido algo inconsciente. Isso pode acontecer também. Ela deixou-se influenciar demais pela minha fic, e, sem querer, acabou criando uma história muito parecida com a minha... Eu ainda havia lhe dado a opção de não deletá-la, mas foi ela quem preferiu assim. ^_^

    ResponderExcluir
  3. Concordo... Quem Plagia deveria tomar vergonha na cara... Ainda bem que nunca passei por isso! (eu acho). Mas deve ser horrível saber que alguém simplesmente deu um ctrl+C + ctrl+V em algo em que você dá o sangue, tempo e neurônios...
    Amanur, desculpa ser curiosa (minha amiga disse que eu ainda morro de tão curiosa) mas qual Curso universitário você faz?

    ResponderExcluir
  4. Viih, estou estudando Letras. :)
    Ser curioso é bom, desde que não saia dando pitacos onde não é chamado, na minha opinião! Os curiosos, no geral, têm sede de aprendizado e saem em busca de informações. Costumam ser autodidatas. ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...